top of page

Oportunidade Jovem: mais de 26 milhões serão investidos em programa de inclusão de jovens no mundo do trabalho


Os jovens piauienses terão mais chances de ingressar no mundo do trabalho com o apoio do Governo do Piauí. Nesta quarta-feira (7) foi lançado, no Palácio de Karnak, o programa Oportunidade Jovem, o maior programa de inclusão produtiva de adolescentes e jovens no mundo do trabalho da história do Piauí, que oportuniza a estudantes da Rede Pública Estadual, o início da jornada de experiência profissional.

Desenvolvido e executado pelas Secretarias da Educação (Seduc), da Administração (Sead), do Planejamento (Seplan), da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc), de Desenvolvimento Econômico (SDE), Investe Piauí, Coordenadoria da Juventude (Cojuv) e Universidade Estadual do Piauí (UESPI), o Programa conta com um investimento total de R$ 26 milhões em sua fase inicial, gerando 10 mil oportunidades de trabalho e emprego para jovens de 14 a 29 anos, até 2024.  “Nosso foco é conectar o mundo da educação com o mundo do trabalho. Aqui temos o jovem que estuda, trabalha e tem mais sucesso. Esse é o modelo que queremos universalizar, o aluno estuda no Tempo Integral e trabalha por meio do estágio. Vamos apostar fortemente nessa metodologia", realçou o governador Rafael Fonteles.

O Programa Oportunidade Jovem será dividido em quatro ações, são elas: monitoria estudantil, estágio (curricular obrigatório e extracurricular), aprendizagem profissional e primeira oportunidade de trabalho e emprego. Todas com contrapartida do Governo no pagamento de bolsas e parte do salário dos jovens por um período determinado, seja em instituições privadas ou públicas. Por meio da aprendizagem profissional, serão ofertadas 1 mil vagas de emprego em empresas privadas para estudantes matriculados nas escolas estaduais de Educação Profissional até 2024.

De acordo com o secretário de Estado da Educação, Washington Bandeira, uma plataforma digital será lançada em breve para conectar o jovem à vaga de trabalho. Também serão disponibilizados cursos virtuais de formação profissional, bem como outros serviços. “Vamos garantir 10 mil novas oportunidades de trabalho e emprego para jovens do Piauí em quatro ações do programa Oportunidade Jovem, com investimento de 26 milhões de reais para que o Estado faça a ponte entre a oportunidade de trabalho e os jovens. Como costuma dizer o nosso Governador Rafael Fonteles, não existe desenvolvimento social e econômico sem que a educação esteja conectada ao mundo do trabalho, gerando oportunidades para todos e todas”, declarou o secretário Washington Bandeira.

A primeira oportunidade, neste formato, foi concedida a estudante da Rede Estadual Cecília de Oliveira Araújo, matriculada no Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) José Pacífico de Moura Neto, que teve o contrato de trabalho assinado para iniciar sua jornada de trabalho formal na Livraria e Papelaria Universitária, empresa parceira no programa.  “Tenho apenas 16 anos e já tive a oportunidade de conseguir o meu primeiro emprego com o Oportunidade Jovem. Eu, como aluna da rede público e de Educação Profissional, faço as aulas no próprio ambiente escolar com aulas de informática sobre o que faremos na empresa. O projeto e a empresa deverão me agregar muitos pontos positivos como experiências de currículo, melhores relações interpessoais e a administrar minha própria renda. Estou feliz por participar do projeto me desenvolvendo e espero que muitos outros jovens tenham a mesma oportunidade”, comentou a estudante.

Ryan Sousa da Rocha, matriculado na 3ª série do Ensino Médio no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Prefeito João Mendes de Olímpio de Melo, (Premen Norte), em Teresina, também aprova a novas oportunidades no mundo do trabalho. “Eu gosto muito da dinâmica que a escola consegue nos oferecer, pois tenho o aprendizado do curso básico para termos sucesso no ensino superior e consigo aprender sobre as informações necessárias para o curso e no Enem. O programa de aprendizagem é uma oportunidade importante para quem quer entrar no mercado de trabalho e a minha expectativa é que eu consiga ter a experiência necessária para cursar administração”, disse o estudante.

O superintendente de Educação Técnica e Profissional e Educação de Jovens e Adultos (Suetpeja) da Seduc, Paulo Henrique Pinheiro, celebrou o fortalecimento das ações para gerar oportunidade do primeiro emprego. “É um programa inédito na história do Piauí que vai contemplar oportunidades para jovens que vão poder realizar monitoria remunerada, estágio remunerado, estágio curricular, estágio extracurricular e vão poder, inclusive, fazer uma ponte com as empresas que contribuirá no processo formativo para o mundo de trabalho”, elencou.

Ao lado do governador Rafael Fonteles, assinaram os termos dos programas o secretário de Governo, Marcelo Noleto; Washington Bandeira, secretário da Educação;  Samuel Pontes, secretário da Administração; Washington Bonfim, secretário do Planejamento; Regina Sousa, secretária da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos; Janaina Marques, secretaria de Desenvolvimento Econômico; Dr. Evandro Alberto, Reitor da Universidade Estadual do Piauí; Victor Hugo, diretor-presidente da Investe Piauí; e Everton Calisto, coordenador da Juventude do Piauí;

Confira os quatro eixos do Programa Oportunidade Jovem:

Monitoria Estudantil

Coordenado pela Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), a ação de Monitoria Estudantil vai beneficiar estudantes do Ensino Médio. Serão 1.000 vagas de monitoria para estudantes matriculados em escolas públicas da Rede Estadual nas modalidades Ensino Regular e Educação Profissional. Serão selecionados dois monitores de cada turma, que irão auxiliar os colegas nas disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Profissional, Técnica e Tecnológica (EPT). A seleção terá como critério o rendimento escolar dos estudantes, que receberão uma bolsa no valor de R$ 350 reais. A monitoria terá duração de seis meses.

A Seduc coordenará também o projeto de Estágio Curricular Obrigatório voltado para estudantes de nível médio. Serão ofertadas 5.100 vagas para estudantes matriculados nos cursos técnicos da Rede Estadual, com bolsa mensal de R$ 350,00.

Estágio Extracurricular

As Secretarias da Administração (SEAD), da Educação (SEDUC), do Planejamento (SEPLAN) e a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) irão ofertar 1.000 vagas para estudantes de nível superior e médio. Serão 400 vagas para Ensino Médio e 600 vagas para nível superior.

Programa de Aprendizagem Profissional

Mobilizando, ainda, parceiros públicos e privados, o Governo do Piauí também promoverá o Programa de Aprendizagem Profissional. Por meio desta ação, serão disponibilizadas 1.000 vagas em empresas privadas para estudantes matriculados nas escolas estaduais de Educação Profissional até 2024. Já nas instituições públicas, serão ofertadas 400 vagas para jovens de 14 a 24 anos.

Incentivo ao primeiro emprego


O programa Oportunidade Jovem inclui também a ação “Primeira Oportunidade”. A iniciativa irá ofertar 1.500 vagas de primeiro emprego para jovens de 18 a 29 anos, em especial aqueles em situação de vulnerabilidade, até 2024. Para incentivar as empresas, o Governo do Piauí irá pagar o valor equivalente à metade de um salário-mínimo, nos quatro primeiros meses de contratação. Além disso, será criada uma plataforma digital de oportunidade, com o objetivo de conectar pessoas às oportunidades no mundo do trabalho.



Comments


bottom of page